Employer Branding: as bases da marca empregadora
4.8 (29 ratings)
Course Ratings are calculated from individual students’ ratings and a variety of other signals, like age of rating and reliability, to ensure that they reflect course quality fairly and accurately.
45 students enrolled

Employer Branding: as bases da marca empregadora

Criando uma marca empregadora consistente em todos os pontos de contato
Highest Rated
4.8 (29 ratings)
Course Ratings are calculated from individual students’ ratings and a variety of other signals, like age of rating and reliability, to ensure that they reflect course quality fairly and accurately.
45 students enrolled
Last updated 10/2019
Portuguese
Price: $49.99
30-Day Money-Back Guarantee
This course includes
  • 1.5 hours on-demand video
  • 18 downloadable resources
  • Full lifetime access
  • Access on mobile and TV
  • Certificate of Completion
Training 5 or more people?

Get your team access to 4,000+ top Udemy courses anytime, anywhere.

Try Udemy for Business
What you'll learn
  • Employer Branding
  • Marca Empregadora
  • EVP
Requirements
  • Não
Description

O curso, ministrado pelas instrutoras Viviane Mansi e Bruna Gomes, traz fundamentos de employer branding apoiados pelas disciplinas de branding e comunicação. Visa apoiar profissionais de recursos humanos, comunicação, marketing e áreas correlatas no entendimento de conceitos sobre employer branding e na aplicação de ferramentas para iniciar o trabalho com o tema.

Viviane é mestre em Comunicação (Cásper Líbero), pós-graduada em Liderança (FDC) e em Negócios (FGV), e mestre em Comunicação (Cásper Líbero). Depois de mais de 15 anos trabalhando em indústria farmacêutica com relações governamentais e comunicação, em 2014 Viviane integrou o time de América Latina da GE como gerente de comunicação e public affairs para o Brasil e em 2015 aceitou o convite para se juntar à Votorantim Cimentos. Hoje, é Diretora de Comunicação da Toyota para a América Latina. Além disso, mantém seu vínculo acadêmico e sua paixão pela sala de aula. Tem mais de dez livros publicados, de autoria própria, como organizadora e como articulista, e publica regularmente no LinkedIn

Bruna é graduada em Comunicação Social pela Faculdade Cásper Líbero, cursou MBA pela FGV, fez especialização em Employer Branding pela Universum e é mestranda em Psicologia Organizacional pela University of London - Birkbeck. Atuou por 13 anos nas áreas de Comunicação & Marca em empresas como Johnson&Johnson, Unilever, Touch Branding e Votorantim Cimentos. É professora do curso de Employer Branding da Faculdade Cásper Líbero, que já formou mais de 200 alunos em 9 turmas, e atua como consultora em projetos de comunicação, employer branding e gestão da mudança pela Smart Comms, empresa que fundou em 2016.

Who this course is for:
  • Profissionais de Comunicação
  • Profissionais de Recursos Humanos
Course content
Expand all 17 lectures 01:41:38
+ Introdução: contexto, conceitos e os porquês do Employer Branding
4 lectures 18:39

Quem somos, por que estamos falando de Employer Branding e o que esperar do curso.

Preview 03:41

Falamos aqui do contexto do mundo do trabalho que impulsionou a temática de employer branding nos últimos anos. Abordamos também a confusão do tema com marketing de recrutamento e o ciclo de relacionamento empresa-empregado, desde antes da entrada na empresa até a saída.

Nos recursos extras incluímos um e-book com os resultados da edição 2019 da pesquisa Empresa dos Sonhos, realizada anualmente pela consultoria Cia. de Talentos. O material aprofunda diversos dos pontos discutidos em aula sobre o que querem as empresas e, principalmente, o que as pessoas querem das empresas nesse novo contexto.

Preview 06:06

Aqui, apresentamos os principais conceitos ligados ao tema do curso: Marca Empregadora, EVP e, claro, Employer Branding.

Optamos por utilizar os conceitos propostos pela Universum, consultoria referência global na temática EB e onde fizemos nossa formação. Nos recursos, você encontra uma lâmina com os conceitos para salvar - só não deixe de dar crédito à fonte quando utilizá-los em apresentações e outros materiais, ok?

Preview 02:29

Nesta aula, abordamos o equilíbrio delicado entre vender positivamente a organização como empregadora e apresentá-la como ela realmente é, considerando que as redes sociais e canais especializados permitem que as pessoas descubram rapidamente quando discurso e prática não estão alinhados.

Portas de Vidro: a empresa exposta
06:23
+ Sobre Branding e posicionamento de marca
5 lectures 31:14

As organizações podem ter apenas uma marca visível, registrada, com um logo. No entanto, defendemos que marcas são feitas principalmente de percepções e, se percepções variam, cada organização pode ter muitas marcas. Aqui falamos de três delas e de como elas se relacionam e influenciam a marca empregadora.

Nos recursos, incluímos a lâmina que traz as descrição das três principais marcas de uma organização e como elas se relacionam. Novamente, utilizamos uma referência da Universum.

As muitas marcas de uma organização
05:52

A maioria de nós, que trabalha, tem proximidade ou quer trabalhar com employer branding, não tem formação na área de marketing ou branding - e não precisa ter! Ainda assim, compreender conceitos básicos de branding e posicionamento de marca ajuda muito a pensar na marca empregadora de uma forma mais robusta. Vamos?

Na área de recursos você encontra dois e-books criados pela Troiano Branding, uma das consultorias de referência no mercado brasileiro de branding. Um deles aborda branding de forma mais ampla com o case de uma universidade; o outro coloca foco nas marcas corporativas - as "marcas-mães" das empresas que, em geral, são as que estampam crachás, holerites e têm altíssima influência sobre a marca empregadora.

O básico sobre branding
02:22

Cada organização tem um nível de maturidade em sua marca empregadora - assim como qualquer marca, seja ela de produtos ou serviços. Identificar esse nível de maturidade é determinante para compreender por onde começar um trabalho de employer branding.

Nos recursos, disponibilizamos uma versão adaptada do modelo de níveis de relacionamento com marcas criada por F Joseph LePla & Lynn M Parker e publicada no livro Integrated Branding, de 2002.

Níveis de envolvimento com marcas
01:54

Marcas competem pela nossa atenção e nossa preferência continuamente. O mesmo acontece com as marcas empregadoras, que competem por talentos. Compreender o que é posicionamento de marca e como ele pode ser feito abre caminho para começarmos a pensar em que atributos sua marca empregadora pode se apoiar para contar sua história e se diferenciar.

Posicionamento de marca
14:39

Há muitos modelos possíveis para trabalhar posicionamento de marca e apresentamos aqui, em detalhe, um deles: o brand key, ou "chave da marca", um modelo amplamente utilizado por organizações como a Unilever e que é aberto, para todos poderem conhecer e aplicar.

Disponibilizamos aqui uma versão em PDF do modelo e recomendamos que você procure ler mais sobre ele em espaços online - há muito conteúdo rico que pode ajudar no aprofundamento sobre essa metodologia. Também disponibilizamos a lâmina exposta em aula, com as explicações sobre cada elemento do Brand Key.

O modelo Brand Key para posicionamento de marca
06:27
+ EVP: Employee Value Proposition
3 lectures 15:22

Na seção anterior falamos de posicionamento de marca e conhecemos um dos modelos disponíveis para apoiar esse trabalho. O EVP transporta esses conceitos para o mundo da marca empregadora e, aqui, falamos de quem deve se envolver na sua definição, algumas perguntas a serem respondidas nesse processo e discutimos: quem, afinal, é o dono da marca empregadora? 

EVP: Employee Value Proposition - a proposta de valor ao empregado
09:20

A construção de um EVP é feita de dentro para fora e partir de alguns pontos básicos de contato entre empresa e empregado é um bom começo. Quais são, como são e como estão esses pontos? Oferecemos aqui um caminho para esse mapeamento e organização dos atributos da sua marca empregadora.

Nos recursos, incluímos a lâmina com alguns dos pontos de contato empresa-empregado que podem ser utilizados para o mapeamento inicial de atributos da marca.

A construção de um EVP: mapeando e organizando atributos da marca empregadora
03:16

Mapeados os atributos positivos e negativos (sim, eles são tão ou mais importantes que os positivos!), é hora de filtrar, revisar, discutir e fazer escolhas de posicionamento da marca empregadora. Feito isso, começa o momento de pensar em comunicação e em como organizar as mensagens para que realmente comuniquem a identidade da marca.

A construção de um EVP: escolhas e pilares
02:46
+ Marca empregadora na ativa!
4 lectures 26:23

Logo no começo do curso falamos que employer branding é um tema que ficou bem ligado apenas ao escopo de recrutamento e seleção. Aqui, aprofundamos o conceito de ciclo de relacionamento com o empregado e reforçamos que cada um desses momentos é um ponto de contato de marca, com potencial de promovê-la ou atrapalhá-la.

Em recursos você encontra um artigo sobre o exato tema desta aula, publicado em um e-book da Faculdade Cásper Líbero sobre Comunicação com Líderes e Empregados.

A marca empregadora no ciclo de relacionamento com o empregado
14:30

Ao promoverem suas marcas empregadoras, muitas empresas se empolgam com o que o mercado está querendo ou pedindo - diversidade, sustentabilidade, informalidade no vestir - e se esquecem de que, quando o assunto é branding, consistência entre o que se diz e o que se pratica é tudo. É disso que falamos aqui, reforçando pontos de atenção na hora de trabalhar a comunicação da marca empregadora.

Práticas em Employer Branding: pontos de atenção
08:17

Hoje, qualquer funcionário em uma rede social pode ser um representante da marca, oficialmente ou não. Como muitas pesquisas apontam, o porta-voz mais confiável para falar de como a empresa trata os empregados é o próprio empregado. Falamos disso nesta aula e do quanto apoiar a exposição positiva, voluntária e espontânea dos empregados nas redes sociais pode ser positivo para a marca empregadora.

Aqui nos recursos está uma pesquisa que mostra o quanto o empregado é importante na construção da credibilidade da marca de uma empresa.

O empregado como porta-voz da marca
01:54

Nas aulas anteriores, falamos de como marcas são feitas de percepções e do quanto essas percepções têm, cada vez mais, fugido do controle das corporações e indo para as mãos de pessoas comuns, que formam um pilar fundamental da imagem das marcas.

Sendo assim, por que tantas empresas ainda cuidam tão mal do básico, como aqueles poucos canais de marca empregadora sobre os quais elas realmente têm controle. Falamos disso aqui e, nos recursos, incluímos um exemplo de três empresas diferentes, que frequentemente disputam no mesmo "pool" de talentos, e de como elas usam o espaço mais nobre de suas páginas de carreiras para falarem de si mesmas.

Cuidando do básico: um exemplo
01:42
+ Revisando conceitos
1 lecture 10:00

Hora de revisar os principais temas abordados durante o curso.

Nos recursos, incluímos e-books e outros materiais (alguns deles em inglês por ainda não estarem disponíveis em português) para que você possa continuar aprendendo sobre Employer Branding.

Encerramento: revisão
10:00