Curso de Network para pequenas empresas
0.0 (0 ratings)
Course Ratings are calculated from individual students’ ratings and a variety of other signals, like age of rating and reliability, to ensure that they reflect course quality fairly and accurately.
3 students enrolled

Curso de Network para pequenas empresas

Para micro, pequenas empresas e autonomos
0.0 (0 ratings)
Course Ratings are calculated from individual students’ ratings and a variety of other signals, like age of rating and reliability, to ensure that they reflect course quality fairly and accurately.
3 students enrolled
Last updated 6/2019
Portuguese
Portuguese [Auto]
Current price: $11.99 Original price: $19.99 Discount: 40% off
2 days left at this price!
30-Day Money-Back Guarantee
This course includes
  • 1 hour on-demand video
  • 1 downloadable resource
  • Full lifetime access
  • Access on mobile and TV
  • Certificate of Completion
Training 5 or more people?

Get your team access to 4,000+ top Udemy courses anytime, anywhere.

Try Udemy for Business
What you'll learn
  • Trabalhar com relacionamento de negócios
Requirements
  • Ser empresário
Description

Este curso tem como objetivo completar a lacuna encontrada em eventos onde empresários são excelentes em seus negócios mas com déficit bi relacionamento com outros empresários, bem como identificar seu público alvo.

Significado de Networking

Networking é uma palavra em inglês que indica a capacidade de estabelecer uma rede de contatos ou uma conexão com algo ou com alguém.

Essa rede de contatos é um sistema de suporte onde existe a partilha de serviços e informação entre indivíduos ou grupos que têm um interesse em comum.

Divisão das aulas

Aula 01

· Definição

· Suas redes sociais atualizadas com suas informações profissionais.

Aula 02

· Como fazer um networking de forma natural e eficiente?

· 9 dicas para sair na frente e ampliar sua rede de contatos

Aula 03

· 7 dicas para saber como construir um networking

Aula 04

· A importância do networking para a vida profissional

Aula 05

· Como se preparar para encontros de empresários

Aula 06

· 3 dicas para apresentar sua ideia a investidores

· Como descobrir seu futuro cliente nos encontros empresariais

Como agendar reunião posterior para fechar negócios

Who this course is for:
  • empresário
  • autonomo
Course content
Expand 7 lectures 51:02
+ Introdução
7 lectures 51:02

Este curso tem como objetivo completar a lacuna encontrada em eventos onde empresários são excelentes em seus negócios mas com déficit bi relacionamento com outros empresários, bem como identificar seu público alvo.

Significado de Networking

Networking é uma palavra em inglês que indica a capacidade de estabelecer uma rede de contatos ou uma conexão com algo ou com alguém.

Essa rede de contatos é um sistema de suporte onde existe a partilha de serviços e informação entre indivíduos ou grupos que têm um interesse em comum

Introdução
00:52

Definição

Networking é um termo utilizado no contexto empresarial e refere-se à troca de informações e conhecimentos com uma rede de contatos. O objetivo do networking é ampliar as oportunidades de sucesso profissional, porém não deve ser uma ação unilateral - para ser efetivo, é preciso que haja reciprocidade, isto é, o benefício deve ser mútuo.

Ter uma rede de contatos consolidada com profissionais da sua área de atuação ou áreas relacionadas é muito importante para que você seja lembrado quando surgirem oportunidades profissionais que exijam as competências que você possui.

Quando uma empresa precisa contratar alguém, por exemplo, frequentemente aborda os seus funcionários e pergunta se conhecem alguém na sua rede de contatos que possa desempenhar uma determinada função.

Nesses casos, quanto melhor for a capacidade de networking de uma pessoa, maior é a sua probabilidade de conseguir boas oportunidades de trabalho.

Como fazer um bom networking?

Um bom networking pressupõe trocas, isso porque, ao construir sua rede de contatos profissional, é fundamental que além de buscar oportunidades e benefícios, você demonstre também o que pode oferecer de positivo aos seus contatos.

Para isso, é importante conhecer os seus possíveis parceiros, concorrentes ou empregadores, identificar suas necessidades e interesses e entender de qual maneira vocês podem se ajudar.

Mas um bom networking não é apenas conseguir novos contatos, é também saber manter os contatos que já fez no passado. Além disso, no networking é mais importante a qualidade do que a quantidade dos seus contatos.

Em um ambiente profissional, é muito comum encontrar diversas opiniões quando o assunto é networking. E isso pode variar bastante, de acordo com as profissões.

Sabemos que para vendedores, ter uma rede de contatos é fundamental. Consultores também são profissionais que não dispensam o networking, pois precisam deles para gerar novos negócios.

Ter uma rede de contatos também é fundamental para a busca de oportunidades no mercado de trabalho. Entretanto, para obter benefícios com essa estratégia, é importante ficar atento à alguns detalhes que podem fazer grande diferença na hora de fortalecer a sua rede de contatos.

O que é Networking?

Também conhecido como “rede de contatos”, o Networking é a forma de cultivar relações profissionais em diversos ambientes e utilizar essas relações para alguma finalidade.

Seja para fortalecer as amizades, estreitar negociações comerciais ou para aproveitar oportunidades no mercado de trabalho.

Essa ação divide opiniões. Existem muitas pessoas que consideram o networking como uma atitude falsa, outros entendem ser uma coisa natural nas relações atuais.

O que precisa ficar claro entretanto, é que manter bons relacionamentos é fundamental para qualquer pessoa. E se tratando de uma rede de contatos profissionais, existem grandes benefícios nas trocas de informações e experiências.

Como o networking pode ser importante para a carreira e para os negócios?

É muito comum pensar em contatos como uma forma de aumentar o ciclo social e manter bons relacionamentos.

Contudo, a todo instante estamos realizando pequenas ações que nos aproximam de diversas pessoas, que até então, não conhecíamos. Seja em um curso, em uma viagem com a família, na faculdade, ou no próprio trabalho.

O que não pensamos muitas vezes, é como isso pode estar diretamente ligado à diversos aspectos da nossa vida e não somente na área social. Como disse a teoria chamada “the small world problem” estamos à seis pessoas de distância de qualquer outra no mundo.

Se pararmos para pensar, onde gastamos a maior parte do nosso tempo? Como estamos cultivando as relações no trabalho e qual a importância que elas têm para a nossa carreira e os negócios?

Partindo dessa visão, vamos entender como o networking é fundamental para que as relações profissionais fiquem cada vez mais fortes e atinjam os objetivos para os seguintes pontos:

Carreira

Conviver com pessoas inspiradoras é uma oportunidade que qualquer um tem para aprimorar ideias e fazer crescer o seu potencial criativo.

Manter-se conectado é uma forma de melhorar as oportunidades de crescimento e aprimorar conhecimentos para alcançar os objetivos que você tem para a sua carreira.

Mas não pense que o networking é uma relação onde você só ganha. É importante perceber que essa rede de contatos é pautada na base da troca de informações, experiências e conhecimentos. Dificilmente você terá êxito se pensar em ganhar sempre.

Estudos comprovam que o sucesso na carreira está diretamente ligado os relacionamentos que você cultiva ao longo do tempo. Com isso, ter uma rede profissional deixou de ser opção. É indispensável.

Outro aspecto positivo é que, construir uma boa rede de contatos e manter um bom relacionamento profissional contribui na qualidade e satisfação no trabalho, além de melhorar os seus resultados e ajudar a atingir os objetivos esperados para a sua carreira.

Negócios

No mundo dos negócios, o networking é essencial. Para quem está começando a empreender, ter uma rede de contatos é o primeiro passo para organizar o negócio.

Buscar parceiros que tenham a mesma visão muitas vezes e uma atitude que começa bem antes de definir os que você vai oferecer ao mercado.

Quem nunca fez planos com amigos de fazer uma viagem no próximo verão, de comprar ingressos para um determinado show ou até mesmo de montar uma festa inesquecível?

O estranho é que esse tipo de relação é muito comum na vida pessoal. É tão fácil agradar quem gostamos, fazer amigos e fazer parte de grupos sociais dos quais nos identificamos.

E por que não utilizar esses canais para fortalecer a sua imagem profissional?

A diferença é que nas relações comerciais, tais ideias precisam ser bem estruturadas para ganhar forma, ter as pessoas certas e que buscam a mesma coisa: o resultado.

Digamos que você é uma profissional que trabalha com organização de eventos, como formaturas, casamentos e festas.

Se você costuma publicar em suas redes sociais os eventos que realiza, é muito provável que, quando alguma pessoa da sua rede de contatos precisar de serviços relacionados ao que você oferece ou quiser indicar alguém para uma oportunidade, lembrará de você.

A chave então é pensar como você está se relacionado com a sua rede. Quais as oportunidades que você identifica e o que fazer para ser lembrado no momento oportuno. Para isso, veja o próximo tópico.

Preview 11:33

Aula 02

Como fazer um networking de forma natural e eficiente?

Com certeza você já ouviu histórias de pessoas que conseguiram emprego porque fizeram um bom trabalho em lugares por onde passaram. Também empresas que estimulam seus profissionais a indicarem pessoas para compor o seu quadro de funcionários.

Mas como fazer uma boa rede de contatos e estar dentro desse quadro de pessoas que são lembradas sempre que uma nova oportunidade aparece no mercado? Bem, segue algumas dicas:

Seja útil

Ajudar pessoas é a melhor forma de começar. Ajudar de forma genuína é uma maneira de reforçar o seu interesse em fortalecer o seu relacionamento profissional.

Veja em sua lista de contatos quem você realmente pode ajudar, sem querer nada em troca. É muito provável que essa pessoa jamais esqueça de você.

Seja visível

A frase “só é lembrado quem é visto” é uma verdade. E uma das maneiras mais comuns de fazer isso é nas redes sociais. Mantenha suas redes atualizadas e publique conteúdos interessantes para a sua rede de contatos.

Fora do ambiente web também é importante fazer networking. Se, por exemplo, você encontrar alguém que não vê há muito tempo, cumprimente e troque uma ideia (mas sem constrangi-lo).

Busque pessoas com interesses em comum

Identifique na sua rede de contatos — amigos, família, conhecidos, colegas de trabalho — pessoas que você possui afinidade. Pense que relações duradouras são aquelas que “falam a mesma língua”. Ter os mesmos interesses é uma excelente forma de manter-se atualizado na sua rede, mas também de ser parte dela.

Tenha uma abordagem criativa e sincera

Para fortalecer uma relacionamento profissional é necessário se destacar. E isso não é somente estar presente, mas a forma como você se diferencia dos demais.

A autenticidade é uma bela maneira de destaque, quando os outros fazem sempre a mesma coisa. Mandar a mesma mensagem de aniversário ou felicitações como os demais, só vai fazer com que você esteja no mesmo patamar.

A melhor forma de fazer networking é ser autêntico. Aproximar dos contatos com a intenção de ter um benefício não é uma atitude correta. Além disso você corre o risco de perder os pontos que já conseguiu com aquela conexão. Então, seja sincero.

9 dicas para sair na frente e ampliar sua rede de contatos

A maioria das pessoas acham que já têm uma rede de contato sólida. Entretanto, é fundamental nutrir sua base constantemente.

Isso não quer dizer que você precisa sempre estar presente ou que tem que ser o numero um de toda sua rede. Mas é importante ser lembrado sempre. Por isso, algumas ações são essenciais, se quiser manter sua rede ativa:

1. Sua presença deve ser frequente. Aparecer somente na hora que precisa de alguma coisa não é uma boa ideia.

2. Participe de eventos que fazem parte da sua rede de relacionamentos. Isso vai fortalecer a sua imagem.

3. Saiba expressar: comunique-se de forma clara para que as pessoas compreendam perfeitamente suas intenções

4. Expor seus objetivos com as pessoas que você tem mais afinidade é importante.

5. Seja uma pessoa interessante. Leia, consuma conteúdo, seja bem informado.

6. Compartilhe ideias e convide pessoas para opinar

7. Não fale mal dos outros.

8. Seja fiel e verdadeiro com seus contatos. A pior coisa que existe é ser visto como interesseiro.

9. Mostre interesse real e verdadeiro pelos outros.

Aula 02
07:58

Aula 03

7 dicas para saber como construir um networking

Muita gente fala que o relacionamento interpessoal é fundamental para melhorar as questões profissionais. Mas nem todo mundo pensa sobre os benefícios do networking na carreira.

Em tradução literal, networking significa rede de contatos. O objetivo dessa prática, portanto, é estabelecer uma proximidade com pessoas que possuem interesses comuns aos seus – e é aí que os benefícios aparecem.

Para entender melhor a importância dessa prática, neste artigo listamos 7 dicas para saber como construir um networking, além de trazer detalhes importantes para compreender de que forma é possível alavancar a sua carreira.

Como construir um networking?

A resposta a essa pergunta depende do que você deseja. Se o seu objetivo é melhorar o lado profissional, é necessário seguir algumas dicas importantes. Confira as principais:

1. Conte com uma ferramenta especializada

O networking pode ser realizado diariamente em diversas atividades diárias, por exemplo, no contato com colegas e profissionais de outras empresas ou setores. No entanto, é importante contar com ferramentas especializadas, como o LinkedIn.

A diferença do LinkedIn para outras mídias sociais é sua especificidade para o âmbito profissional, diferente do Facebook, por exemplo, que ajuda especialmente no networking pessoal.

O networking é uma troca. Ou seja, você só consegue criar uma cadeia de relacionamento se entregar valor, demonstrar isso a outras pessoas e receber informações delas.

Com o LinkedIn – ou outra ferramenta de networking – você pode publicar e divulgar conteúdos, compartilhar links e atualizar as pessoas que fazem parte desse relacionamento interpessoal.

2. Não se deixe levar pelo constrangimento da exposição

Muitas pessoas deixam de fazer o networking porque não desejam se expor ou por timidez ou por não estarem habituadas a conversar com pessoas com as quais não conhece. Tenha em mente que essa prática parte do princípio de que você deve trabalhar esses aspectos. Sua carreira demandará contato com outros profissionais e busca por um interesse legítimo no que está fazendo.

Essas atitudes demonstram, para quem está recebendo seu contato, que há uma necessidade de compartilhar informações e um motivo, porque a pessoa percebe que você entrega valor.

Isso significa que é necessário contribuir com os colegas que possuem interesses comuns para que você ajude a mantê-los atualizados. Portanto deixe a timidez de lado, porque essa característica pode impedir que você estabeleça relações.

3. Saiba a diferença entre rede de contato e amizade

Ter muitos amigos nem sempre significa que você tem um bom networking. Você pode ter, por exemplo, dois mil seguidores em uma rede social (quem sabe, no LinkedIn), mas isso não significa que efetivamente interaja ou contribua com todos.

Observe que o lado pessoal e o profissional se confundem no networking e a diferença entre eles é definida por uma linha tênue.

O recomendado é ter um networking mais estreito, que conte com pessoas que realmente possuem interesses em comum. O objetivo é atingir essas pessoas de forma mais eficiente, já que as ações são mais direcionadas.

Além disso, é preciso buscar algo legítimo, um interesse pessoal verdadeiro. É assim que se conseguirá contribuir e ter uma retribuição.

4. Considere o contato pessoal

As ferramentas online e mídias sociais ajudam a ampliar o seu networking, mas você deve sempre considerar o contato pessoal. Ele nunca pode ser substituído e pode ser gerado a partir do contato virtual.

Ou seja, a partir do momento que você chamou a atenção da pessoa desejada e gerou o networking por meio da informação disponibilizada, ambos têm interesses mútuos e afins.

Então, procure falar com essa pessoa em um futuro próximo, de modo gradual. A finalidade dessa atitude é estabelecer uma relação pessoal, que é mais forte e tende a trazer mais benefícios para ambas as carreiras e certamente para a vida pessoal de cada um.

5. Mostre seu valor

Essa atitude pode ser conseguida quando você faz o que gosta e gosta do que faz. Compartilha com a sua rede informações relevantes trazendo a todos benefícios e conhecimento.

Quando você gera uma cadeia de valor de networking e utiliza para trazer valor para essas pessoas, você constantemente compartilha o que é importante e alcança o objetivo de estar conectado a todos.

6. Realize o networking constantemente

Se você acha que precisa tirar um tempo todos os dias para fazer o networking, saiba que está enganado. Essa prática deve ser aplicada constantemente, porque ela se constitui na troca de informações.

Assim, você compartilha conhecimento com os colegas de trabalho e, a partir disso, pode trocar informações com o restante das pessoas que não estão na sua empresa, mas que tem os mesmos interesses e intenções.

Perceba que quando troca informações você está fazendo seu networking e, ao mesmo tempo, recebe dicas de outras pessoas e setores que já atuaram com esse mesmo tema ou assunto técnico.

7. Faça um MBA pelo motivo certo

Essa última dica pode parecer estranha, mas há pessoas que fazem o MBA para melhorar o networking – e esse é o motivo errado. Esse curso sempre visa à melhoria da formação técnica. Ou seja, o objetivo é o aprimoramento profissional sendo o networking um benefício direto.

Quando você pensa em fazer um MBA para o networking, começa o estudo a partir de uma premissa falha, que é secundária. O que ocorre nesse caso? Você não entrega valor nas aulas e, consequentemente, os colegas percebem. Assim, você não consegue criar uma rede de contatos eficiente que considera a sua capacidade e entrega.

Por outro lado, quando você objetiva melhorar a parte técnica, consegue contribuir com as pessoas e automaticamente estabelece o networking de qualidade onde as pessoas podem referenciar o seu trabalho cientes de que é capaz em auxiliá-las.

Aula 03
08:56

Aula 04

A importância do networking para a vida profissional

1- INTRODUÇÃO

O presente trabalho trata-se da importância de ter uma rede de relacionamentos, e como manter e desenvolver essas redes. Segundo a autora Darling (2007, p. 07 – 08), “networking é a arte de criar e manter relacionamentos vantajosos, ele nos prepara para os acasos felizes. Quanto mais nos sentimos confiantes em nossa capacidade de encontrar pessoas, maior será a nossa predisposição para encontros casuais e para a possibilidade de convertê-los em relacionamentos vantajosos”.

Outro conceito do autor Minarelli (2001, p. 16) especifica Networking como um “conjunto de técnicas e atitudes cuja aplicação requer um comportamento natural de solidariedade e de ajuda recíproca de todos aqueles que tomam consciência de que estamos em permanente interdependência nas redes de relacionamento – grupo, sociedade ou humanidade”.

O networking é um processo sistemático de formar e manter relações a fim de atingir objetivos específicos. Como citado por Lima (2010) seu propósito consiste em criação de relações e interações em longo prazo e não de ligações curtas e rápidas, do tipo “olá – adeus”.

Por tanto o objetivo é enfatizar melhorias para o nosso cotidiano em si, procurando sempre caminhos para conquistarmos mais e melhores relacionamentos interpessoais com outras pessoas, estendendo cada vez mais as redes de relacionamentos o nosso capita social, pois hoje no mercado de trabalho, ter bons relacionamentos interpessoais é fundamental para se conseguir uma boa colocação, muita pesquisas feias na internet apontam esse fato, que cerca de dois terços das novas oportunidades de emprego surgem através de uma forma ou outra de contato pessoal.

1.1 – Descrição do problema.

O grande problema, é que as pessoas não vêem as redes de contatos como uma das principais fontes de oportunidades para o desenvolvimento profissional.

1.2 – Hipótese.

Quando se tem uma rede de relacionamentos ativas e valorizadas a tendência é se desenvolver cada vez mais, sendo na vida profissional ou interpessoal, o mercado de trabalho da ênfase ou pretensão para aqueles que confiam nos seus contatos pessoais e nas pessoas com as quais se relacionam, pois serão esses os primeiros a ser escolhido para o mercado, Oliveira (2000, p: 190) prova que para quem procura emprego o ideal é recorrer aos contatos pessoais, ao invés de responder a anúncios de jornais ou agencias de emprego, e de fato esse método é o mais certeiro em muitas ocasiões.

Quando se faz networking muitas portas tendem a abrir, pois com bom relacionamento e boa comunicação com outras pessoas o sucesso estará muito próximo.

A figura acima ilustra a conexão entre as pessoas, como cita Minarelli (2001 p: 33) “somos membros da constelação de todas as pessoas que fazem parte daquela da qual somos o centro”. Por tanto a nossa rede de contatos poderá nos proporcionar aspectos positivos no desenvolver da nossa vida profissional, serão essas redes as principais fontes para nos informar dos acontecimentos e das oportunidades no dia a dia, e como citado no problema acima, a principal solução é destacar para as pessoas o valor de um bom relacionamento interpessoal com outros, para que elas buscam essa fonte (networking) a fim de alcançar resultados positivos no dia a dia.

1.3- Justificativas.

Manter essas redes vivas é um pouco como tratar de um jardim, é necessária uma atenção permanente, porque serão elas que nos trará informações importantes e oportunidades de emprego para o desenvolvimento profissional, como diz Darling (2007, p. 12) “Quanto mais você conhece as pessoas, maiores são suas chances de ser bem sucedido. Quanto mais ajuda você aceita, maior é o seu sucesso”.

Construir uma rede de relacionamentos é tão importante que já estão surgindo no mercado (às agências de networking). Elas fazem agendamento de happy hour para executivos que querem ampliar sua rede de contatos.

1.3 – Objetivos específicos.

Assim, porém este trabalho vem especificamente com o objetivo de enfatizar a importância de fazer networking, como criar e manter essas redes de relacionamentos ativas, e principalmente ressaltar o quanto esse relacionamento interpessoal com outras pessoas trará de benéfico para a ampliação de uma excelente carreira profissional.

2. – REFERENCIAL TEÓRICO

Nesse tópico serão apresentados os principais conceitos teóricos relativos para o desenvolvimento deste projeto.

2.1- Networking

A palavra de origem inglesa Networking vem da união das palavras “Net”, que significa “Rede”; e “Working”, que significa “Trabalhando”. A pequena palavra quer dizer nada mais, nada menos do que ter uma rede de contatos, onde pessoas possam dar referências boas sobre você.

Trata-se da lista de pessoas com as quais você já manteve contatos, além das pessoas que lhe foram indicadas por outras pessoas. É conhecer pessoas de ambientes que você não freqüenta, e fazer espontaneamente alguma coisa por essas pessoas, é fazer sempre contatos com as pessoas que ficam conhecendo e em cada lugar trocar algumas palavras com mais pessoas.

O autor expressa bem o fato de manter bons contatos com outras pessoas, e principalmente manter relações de livre e espontânea vontade a fim de atingir objetivos.

Em uma frase interessante de Business (2008, p. 103) fala que “Trabalhar por meio de networks significa, confiar em quem você conhece em vez de naquilo que você sabe” uma observação importante na definição de networking.

Darling (2007, p. 6-9) não diferentemente de Business expressa que a idéia é mostrar que o networking nos proporciona relações vantajosas, ela não se refere a arranjar emprego ou dinheiro e sim ajudar e ser ajudado, a ter expectativas em relação aos outros e lidar com as mesmas expectativas que eles têm de nós.

Darling aponta três pontos que devem ser seguidos nas etapas do planejamento do networking, o primeiro passo é fazer uma lista de seus contatos e avaliá-los, priorizando um método de trabalho que leve ao aumento da rede de relacionamentos, o segundo é reconhecer a importância de contar com apoios para desenvolver os relacionamentos com mais eficiências, como por exemplo, melhorar a primeira impressão que se deixa no primeiro encontro e o terceiro e ultimo passo é saber se encontrar, interagir e se comunicar de maneira eficaz com as pessoas, incluindo aspectos práticos de comportamento.

“Fazer networking pressupõe atender aos interesses e ajudar os outros a satisfazerem os deles. Reputação e confiança são essenciais para consolidar esse tipo de relacionamento, que beneficia ambos os lados (embora nem sempre a troca seja justa)”.

Em resumo networking é a arte de criar e manter relacionamentos vantajosos. Simples assim.

As redes também contribuem muito para o empreendedorismo, como cita Bateman e Snell (2007, p. 243) “O empreendedor é amplamente favorecido se contar com uma forte rede de relacionamentos com pessoas. O capital social – participar de uma rede social e ter boa reputação – ajuda o empreendedor a ter acesso a informações importantes, ganhar confiança e colaboração de outras pessoas, recrutar funcionários, formar alianças empresariais de êxito, receber investimentos de capitalistas de risco e tornar-se mais bem-sucedido”.

Outros conceitos relativos a networking colocado por Minarelli (2001, p. 30). “É um canal que capta, integra e distribuem informações, bens e serviços com maior eficiência”. E Minarelli (2001, p. 52) continua que “É uma rede de diversas finalidades: proteção, descanso, captação, distribuição e integração”.

2.2- Comunicação interpessoal

No Aurélio (1999, p. 517) É o ato de comunicar-se, ato ou efeito de emitir, transmitir e receber mensagens por meio de métodos ou processos convencionados quer através da linguagem formal ou escrita. É a capacidade de trocar ou decidir idéias, de dialogar, de conversar com vista ao bom entendimento entre pessoas.

Em Chiavenato (1999, p. 518) Comunicar significa tornar algo comum. Esse algo pode ser uma mensagem, uma noticia uma informação, um significado qualquer. Assim a comunicação é uma ponte que transporta esse algo de uma pessoa a outra ou de uma organização a outra.

Para Bateman e Snell (2007; p. 486) introduz a comunicação como a transmissão da informação e do seu significado de uma parte para outra com o uso de símbolos compartilhados.

2.3- Mercado De trabalho

Segundo Aurélio (1999, p: 1319), é um conjunto de atividades de compra e venda de determinado bem ou serviço, em certa região; comércio; mercado de ações; mercado de trabalho, ou seja, um lugar onde à procura e oferta entre as pessoas, um conjunto de pessoas ou empresas que provocam a origem dessas relações.

Chiavenato (2010, p: 104-105) Mercado é onde ocorrem as transações e relacionamentos, ou seja, significa o espaço de transações, o contexto de trocas e intercâmbios entre aqueles que oferecem um produto ou um serviço.

Mais além, ele diz ser um mecanismo de oferta e procura, é a característica principal de todo o mercado. O mercado de trabalho (MT) é composto pelas ofertas de oportunidades de trabalho oferecidas pelas diversas organizações. Toda organização na medida em que oferece oportunidades de trabalho – constitui parte integrante de um MT.

Oferta Procura

Abundância de oportunidades de emprego Escassez de oportunidades de emprego

Minarelli (2001, p: 22-23) aponta o mercado de trabalho muito mais competitivo, exigente e excludente neste inicio do século XXI.

Segundo ele o raciocínio do mercado é muito simples: “quanto maior o numero de pessoas a contar com um diferencial, menos decisivo e importante ele se torna, justamente por que deixa de ser fator de diferenciação”. Também relata que é preciso enfatizar o fato de que o mercado de trabalho tende a ser conservador, e como conseqüência disto, cada vez mais excludente.

2.4- Relacionamento interpessoal

Baseado no dicionário Aurélio (2005, p. 594), “Relacionamento é o ato ou o efeito de relaciona-se, é a capacidade de conviver ou comunicar-se com os outros, é uma ligação de amizade afetiva, interpessoal, profissional etc, condicionada por uma série de atitudes mútuas”, ou seja, o relacionamento é uma transação entre as pessoas dependendo dos modos de cada pessoa.

Aurélio (1999, p: 1126) Interpessoal: que existe ou se afetiva duas ou mais pessoas [comunicação], ou seja, que dura entre as pessoas um dialoga afetuoso

2.5- Relacionamento profissional

De acordo com Furucho (2005, p.07), ter uma boa conduta no local de trabalho, é essencial no crescimento profissional, não só a boa conduta mais também o comprometimento, ser pró-ativo, a responsabilidade, o respeito, educação e outros importantes fatores que contribui para esse sucesso.

“Conhecer, compreender, delimitar o mercado e aprender a nadar para lidar e interagir com ele. Talvez essa seja a parte mais exaustiva de uma atividade profissional, a de conseguir colocar em pratica as equações para que realmente possam gerar o efeito esperado, transformando-nos numa boa alternativa de degustação e preferência”.

3 – METODOLOGIA

Este trabalho tem o propósito de alavancar a importância do networking na vida profissional, abrangendo os procedimentos metodológicos relativos á uma pesquisa qualitativa, exploratória que envolve um estudo de caso. Esta dissertação divide-se em três partes sendo elas: revisão bibliográfica, pesquisa de campo e análise dos dados secundários e resultados obtidos em campo.

A revisão bibliográfica trata-se dos seguintes temas: o networking e suas estratégias; qual a importância dentro e fora das organizações de manter um bom relacionamento interpessoal com outras pessoas; quais as vantagens de fazer networking; Como montar a rede, desde a preparação da lista de contatos até das maneiras eficazes de saber se encontrar, interagir e se comunicar com as outras pessoas, e como cultivar e desenvolver esses contatos.

Objetivando explorar os estudos bibliográficos sobre esses assuntos citados acima, foram procurados em livros, revistas, artigos, monografias e pesquisas feitas por sites da internet.

A pesquisa de campo realizou-se por meio do estudo de caso em duas empresas de Limeira e com alunos da faculdade de Administração e Artes de Limeira – FAAL. Sendo nas empresas: Dutra Correntes, uma empresa industrial centrada na fabricação e distribuição de semi-jóias brutas e folheadas. Localizada na Av. Lauro Corrêa da Silva, 3155 Jardim das Roseiras | Limeira – SP e a empresa Radical Surf Shop, uma empresa comercial, que trabalha com vendas de roupas, sapatos, bonés e acessórios, localizada na Rua Barão de campinas, 505 Centro de Limeira – SP.

A análise dos dados obtidos em campo se fez da seguinte forma, na empresa Dutra correntes foi aplicado um questionário aos 30 funcionários escolhidos, aleatoriamente, de uma população de 58 funcionários, contento duas perguntas sobre o relacionamento interpessoal (anexado na p:19).

Já na empresa Radical Surf Shop foi feito uma pesquisa onde consiste á 100% dos funcionários sendo doze no total, onze mulheres e um homem, pesquisa essa que aponta em como ou de qual forma, os funcionários conseguirão o emprego na empresa, sendo por jornal, agencias de emprego, networking ou outras fontes, (anexado na p:22) no final foi entregue aos funcionários dez dicas para se construir uma rede de relacionamentos (anexado na p: 20), e oito dicas de como fazer seu Networking cada vez melhor (anexado na p:21).

A mesma pesquisa feita na empresa acima (Radical Surf Shop), também foi feito com os alunos da Faculdade de Administração e Artes de Limeira – FAAL, sendo com 20 alunas de diversas empresas. (Pesquisa anexado na p:22) e também foi entregue dicas de como construir e de como manter as redes de relacionamentos. (Anexado na p:20 e 21).

3- ESTUDO DE CASO.

No entanto, a maior parte das pessoas sabe que devia ver o networking como parte complementar do seu trabalho, mais dificilmente o faz ou o mantém, um problema constante que envolve muitas organizações, muitas pessoas no ambiente de trabalho não entende a necessidade de obter bons relacionamentos interpessoais com outras pessoas, o quanto uma boa comunicação trás de bom para a vida profissional, ter contatos com outros ajuda e muito no ambiente competitivo que é o mercado de trabalho, o autor Minarelli (2001, p. 15) deixa isso bem claro quando diz que, “quanto mais difícil ou delicada for à situação de um candidato a emprego, mais importante e decisiva será a ajuda da rede de relacionamentos”, por tanto não se a duvida em que praticar networking é essencial para o desenvolvimento na vida profissional o que não é feito ou praticado pelas pessoas, por elas não entender a sua importância.

O objetivo deste estudo compreende a todas as pessoas que almejam estar procurando fontes de crescimento profissional e pessoal através de outras pessoas. “Poucas pessoas cultivam novos relacionamentos e pouquíssimas têm a disposição e o conhecimento necessário para fazê-lo. A diferença de um networking bem-sucedido e um malsucedido é essa habilidade”. Darling (2007. P: 54).

Objetivamente este estudo busca enfatizar a importância de fazer networking, como criar e manter essas redes de relacionamentos ativas, e também destacar e alavancar as vantagens do bom relacionamento interpessoal com outras pessoas.

4- ANÁLISES DE DADOS.

Os dados coletados pelos 30 funcionários da empresa Dutra correntes referente ao questionário de relacionamento interpessoal, apontou-se da seguinte forma:

Na primeira pergunta (Em sua opinião a bons relacionamentos interpessoais no seu ambiente de trabalho?) os resultados foram: Nove pessoas (30%) dizem que sim, que há bons relacionamentos, seis pessoas (21%) dizem que não, não há bons relacionamentos, citando ser pouco importante para muitas pessoas, e quinze pessoas (49%) diz não saber o que é, e não reconhece sua importância na vida profissional.

Na segunda pergunta (você acha que o relacionamento interpessoal pode influenciar no ambiente de trabalho?) os resultados foram os seguintes: vinte pessoas (66,66%) acham que sim, dizendo que influência em vários aspectos, oito pessoas (26,67%) dizem influenciar pouco, descrevendo que nem tanto e apenas duas pessoas (6.67%) acham que não, não influenciam.

Os dados coletados pelos 12 funcionários da empresa, Radical Surf Shop, referente à pesquisa de networking, apontou-se da seguinte forma:

Pergunta: Essa pesquisa tem por objetivo identificar de qual forma você conseguiu seu atual emprego. De qual forma?

Os doze funcionários (100%) dizem ser pelas redes de contatos.

E para finalizar. Os dados coletados pelos 20 alunos da FAAL, de diversas empresas, referente à pesquisa de networking, apontou-se da seguinte forma:

Pergunta: De qual forma você conseguiu o seu atual emprego?

Doze pessoas (60%) responderão ser pela famosa rede de contatos, seis pessoas (30%) respondeu ser por agências de emprego e os dois restantes (10%) responderão que conseguirão o atual emprego através dos anúncios de jornais.

6- CONSIDERAÇÕES FINAIS

“As pessoas dependem de outras pessoas para fazerem negócios, arrumarem novas oportunidades, novas paixões, enfim, para serem felizes, afinal vivemos em sociedade. Networking ou rede de relacionamentos existe para isso, ou seja, para as pessoas se relacionarem através de contatos”. (SASSO).

Como citado na frase acima, hoje em dia necessitamos ter e manter ótimos relacionamentos com outras pessoas, como diz SASSO “vivemos em uma sociedade”, portanto precisamos se relacionar, como apontado na pesquisa acima (questionário) na empresa Dultra Correntes, muitas pessoas não sabem os benefícios e o poder dos relacionamentos, e por isso não o mantém ou até mesmo não procura fazê-lo.

A pesquisa também revela que a maioria das pessoas que responderão ao questionário conseguiu emprego através das redes de contatos, poucas pessoas que participarão da pesquisa foram de outras fontes, o que nos mostra que não há duvida quando se fala em praticar networking, é uma tarefa simples, prazerosa e que é muito útil, tanto na vida profissional, quanto pessoal.

Stettner nos deixa algumas dicas importantes e interessantes sobre as redes de contatos.

• “Torna-se um mestre na arte da conversa de salão e construa alianças e contatos – chave dentro e fora da empresa”.

• “Comportar-se de forma natural e um tom de voz enfadonho, pois são reveladores”.

• Direcione sua energia e curiosidade para aprender alguma coisa a cada encontro. Afinal todo mundo tem algo interessante a contar.

São dicas essenciais no nosso dia a dia, e que não percebemos sua importância, é onde perdemos muitas oportunidades boas de desenvolvimento profissional. O bom relacionamento interpessoal é a chave para uma carreira bem sucedida.

Aula 04
04:33

Aula 05

Como se preparar para encontros de empresários

Vamos entrar no ponto mais prático de nosso curso.

A preparação é tudo para ter ou não sucesso ao seu encontro de negócios.

Primeiro:

Sua contrapartida está pronta, seu site ou blog tem os conteúdos bem apresnetados, colocar vídeos com você falando também quebra o gelo das paginas de muitos textos. As redes sociais existem e esao sendo trabalhadas a bastante tempo?

Tudo isso você precisa garantir que esteja funcionando bem antes. Uma boa é pedir para algum amigo dar a opinião quanto a sua apresentação, se está claro a informação.

“Amigos são ara estas coisas”

Segundo

Material gráfico está bom, cartão de visitas com seus contatos claros (cartão de visita não é folheto, mas sim a informação de seus telefones, sites e redes sociais)

Monte uma proposta do que estará falando. Use o Word para criar um modelo de apresentação colocando lá um breve resumo do que sua empresa trabalha e depois a proposta que você falará. Este texto servirá, não para evitar que você fale, mas para confirmar com mais detalhes, caso squeça, de tudo que você falou no contato.

Terceiro

Faça um treinamento pessoal e particular, uma boa é faze-la de frente ao espelho, não seja um vendedor de feira mas tenha um tom de confiança e conhecimento da área que atuae mais, que você acredita naquilo que esta apresentando.

Tenha sempre os mehores sites e aplicativos de encontros empresariais como o SYMPLA.com.br e o Eventbrite.com.br . Esses são aplicativos que todos os eventos são apresentados , principalemente os gratuitos. Se organize para estar presente.

Quarto

Se você produz algum produto, será agradável você oferecer uma amostra para que este empresário que está contatando tenha noção da qualidade e como ele estará inserido neste seu projeto. Somente entregue estes brindes a pessoas que conversou, não despreze e vaorize seu produto.

Aula 05
07:14

Aula 06

3 dicas para apresentar sua ideia a investidores

Lembrando que “A primeira impressão é a que fica”, a apresentação para potenciais investidores do seu negócio é uma etapa que precisa ser bem preparada, pois além de ser crítica para o entendimento da oportunidade, serve também como demonstração da capacidade de comunicação do(s) empreendedor(es), uma habilidade fundamental para qualquer negócio.

Usualmente, ela é divida em 3 partes principais, conforme apresentadas a seguir:

1. O Pitch, também conhecido como Elevator Pitch ou “Discurso do Elevador”, é uma apresentação de 2 a 3 minutos (como se fosse para apresentar se encontrasse o investidor no elevador e tivesse o tempo de apresentar durante a subida/descida) em que deve “vender” a sua ideia de forma clara e concisa. Apesar de ser uma apresentação curta, pela necessidade de se conseguir conquistar a atenção do investidor, muitas vezes representa um grande desafio, assim, concentre-se no que é essencial ao seu negócio, aquilo que irá chamar a atenção do investidor. Não se preocupe com os detalhes e procure além de praticar “no espelho”, apresentar para parentes e amigos e perguntar o que eles entenderam, pois é muito comum pelo envolvimento do empreendedor, esquecer-se de dar uma informação básica sobre a essência do seu negócio.

O Pitch deve poder ser feito tanto apenas verbalmente, quanto eventualmente suportado por uma apresentação de slides (chamada de Deck), caso o empreendedor tenha oportunidade de apresentar em público, lembrando também que não deverá ter mais de 5 a 6 slides, que devem conter pelo menos as seguintes informações:

a. O mercado-alvo e a necessidade atendida

b. Como o produto/serviço atenderá esta necessidade

c. Sua inovação/diferenciação

d. O potencial do negócio

2. O Sumário Executivo é um documento normalmente de 1 a 2 páginas que contem as informações básicas do modelo do negócio e da empresa, incluindo seus sócios e equipe. Ele é utilizado para ser enviado para os investidores que não puder apresentar o Pitch ou como material complementar ao mesmo.

3. Uma Apresentação do Modelo de Negócio, normalmente contêm de 15 a 20 slides, detalhando cada tópico

Como descobrir seu futuro cliente nos encontros empresariais

Um ponto claro é descobrir seus possíveis clientes, não perder tempo com pessoas que não esta no perfil de seu trabalho. Isso serve se você conhece seu sérvio e oque oferecer

Vamos para isso usar alguns exemplos. Claro o meu que entendo mais.

Eu trabalho com EAD, em primeiro contato nessa área montei dentro da minha profissão de radio e TV, tenho vários cursos, mas descobri que tenho espaço para outros terem o mesmo produto idealizado com seu negócio (conheci minha oportunidade). Fui aos encontros de empresários (busquei meu publico) e conheci suas necessidades(conhecer seu cliente) , ai se abriu um leque muito maior, ai conheci um empresário que administra condomínios que pensei, ele tem muitos funcionários e certamente tem problemas em reunir todos , além dos gastos, a ead será a solução (entender a necessidade do cliente). Ter o treinamento gravado uma vez e disponibilizado para todos quantas vezes for necessários. BINGO!!!!

Conhecer seu produto e onde se encaixaria nos seus clientes é a primeira base, se você não se conhece e suas oportunidade, nunca poderá e conseguirá vender. Depois de se conhecer, você precisa conhecer quem se encaixaria com seu produto.

Lembre-se que assim como você todos querem solução, seu produto é a solução para seu futuro cliente? Vender por vender isso serve para feira e siupermercado, para prestador de serviços tem que ser analisado.

Conhecendo você e seus possíveis clientes ai você esta dando um bom passo para ir para os encontros..

Como agendar reunião posterior para fechar negócios

Vocè conheceu seu possível cliente, a apresentação teve retorno, interesse, então não perca tempo e agende um novo encontro para tratar mais especificamente os detalhes do projeto se encixará com seu cliente,.

Além do mais, precisa conversar com outros clientes. Seja educado, breve e claro nos seus contatos,

Se num encontro de negócios você fizer 5 contatos em um tempo de uma hora, sifnifica com possivelmente terá um sucesso, se caso você alcançou todos (mais de 10) os empresários possivelmente você não foi claro e somente distribuiu as propostas e cartões, ai te digo que possivelmente sua propsta será jogada no lixo ou virará rascunho, pois o cliente não entendeu onde o produto dele se enconixa com seu projeto.

Saindo do evento, analise qual foi o resultado e procure melhorar.

Aula 06
09:56