Curso Básico de Eletrônica - Módulo 2
5.0 (1 rating)
Course Ratings are calculated from individual students’ ratings and a variety of other signals, like age of rating and reliability, to ensure that they reflect course quality fairly and accurately.
2 students enrolled

Curso Básico de Eletrônica - Módulo 2

O curso de eletrônica mais vendido do Brasil
New
5.0 (1 rating)
Course Ratings are calculated from individual students’ ratings and a variety of other signals, like age of rating and reliability, to ensure that they reflect course quality fairly and accurately.
2 students enrolled
Created by Newton C. Braga
Last updated 7/2020
Portuguese
Portuguese [Auto]
Price: $29.99
30-Day Money-Back Guarantee
This course includes
  • 5 hours on-demand video
  • Full lifetime access
  • Access on mobile and TV
  • Certificate of Completion
Training 5 or more people?

Get your team access to 4,000+ top Udemy courses anytime, anywhere.

Try Udemy for Business
What you'll learn
  • eletrônica básica, capacitores, indutores, motores e corrente alternada
Requirements
  • Ter realizado o módulo 1 do Curso Básico de Eletrônica
Description

Este curso é o Módulo 2 do Curso Básico de Eletrônica de Newton C. Braga. Neste módulo é abordado o funcionamento dos capacitores, motores, indutores, filtros RL e RC, magnetismo, blindagens e algumas associações de componentes, como também o procedimento de leitura de valores.

Você aprenderá também sobre o uso e funcionamento da corrente alternada.

Who this course is for:
  • estudantes
  • iniciantes em eletrônica
Course content
Expand 21 lectures 04:58:12
+ Introdução
21 lectures 04:58:12

Este curso é a continuação do curso básico de eletrônica - módulo 1. Neste curso aprenderemos sobre capacitores, indutores, motores, corrente alternada, filtros RC e RL, Indutância e Capacitância.

Caso não tenha feito o módulo 1 , recomendamos que o faça.

“Mais de 60 anos de experiência no ensino de eletrônica. Tenha você também um certificado assinado por Newton C. Braga”

“Milhares de profissionais estudaram com Newton C. Braga tanto em aulas presenciais como em cursos à distância como através de seus livros”

(livros de nossos cursos)

“Uma biblioteca fantástica de livros técnicos e muitos cursos a sua disposição”


Neste vídeo você encontrará:

- O que você vai aprender

- A quem é destinado este curso

- O que há depois

- O curso completo

- Livros e artigos recomendados

Preview 02:46

Todo equipamento elétrico ou eletrônico precisa de energia para funcionar. Conforme já estudamos de uma forma introdutória, a energia elétrica pode ser obtida a partir de outras formas de energia como, por exemplo, as pilhas e os dínamos. No entanto, o estudo dos geradores precisa ser feito de uma forma um pouco mais profunda, pois o praticante da eletrônica precisa ter meios de realizar alguns cálculos importantes que envolvem o seu funcionamento. Nessa lição vamos nos dedicar especificamente a esse estudo. ​

A capacidade de uma célula ou bateria recarregável se mede em miliampères x horas. Essa especificação nos diz quanto de energia a célula ou bateria armazena de energia​.

Lembre-se sempre: energia não se cria e nem se perde. Energia se transforma.


Preview 19:57

​As pilhas, baterias e acumuladores só podem fornecer energia a um circuito externo por um determinado tempo. Quando as substâncias envolvidas no processo perderem suas capacidades reativas, a tensão inicialmente cai com a redução da corrente e depois ela pára completamente de fornecer energia. A pilha ou bateria será considerada gasta ou descarregada. ​

Os fabricantes dos aparelhos determinam o melhor tipo de pilha ou bateria quando os fabricam. É importante observar isso para ter o melhor desempenho.


Substâncias Tóxicas e Descarte

Uma preocupação maior com o meio ambiente nos faz olhar com especial atenção para o descarte de coisas que possuam substâncias tóxicas e este é o caso de pilhas e baterias. As pilhas comuns até a pouco tempo possuíam mercúrio, o qual foi proibido para o caso de nosso país. Assim, as pilhas de fabricação nacional desde 1999 não possuem mercúrio, o que não ocorre com as pilhas do mercado paralelo, principalmente de origem chinesa, que devem ser evitadas. O mercúrio envenena o meio ambiente. Também é perigoso o chumbo encontrado em baterias, que não devem ser descartadas de forma direta afetando o meio ambiente. O cádmio encontrado nas pilhas e baterias recarregáveis é outro metal perigoso para o meio ambiente. O descarte de pilhas e baterias deve ser feito de forma apropriada existindo muitas lojas, mercados e empresas que disponibilizam recursos para o descarte consciente seja feito. Não jogue suas pilhas e baterias tóxicas no lixo. Conscientize as pessoas do perigo que isso representa.

Rendimento e densidade de energia , Efeito Memória, Vazamento e Descarte
11:21

Quando uma bobina corta as linhas de força do campo magnético de um imã ou de outra bobina percorrida por uma corrente, é induzida uma corrente elétrica. Este princípio, que será estudado em pormenores nas próximas lições, pode ser utilizado para se gerar eletricidade em dois tipos de dispositivos: dínamos e alternadores. Ambos são geradores que convertem energia mecânica (usada para movimentá-los) em energia elétrica​.

Temos ainda uma série importante de geradores de energia elétrica que, pela sua utilização menos freqüente, ou ainda por limitações de rendimento, podem ser considerados alternativos. ​ - Solares - Atômicos - Térmicos

Dínamos, alternadores e Geradores Alternativos
14:36

É importante para quem trabalha, estuda ou ensina eletrônica ter um conhecimento básico de matemática. E se você pretende ir além deve estudar um pouco mais a matemática, pois ela é indispensável nos projetos.​


Conforme vimos, sempre uma parte da energia produzida por um gerador é convertida em calor devido a perdas na sua resistência interna. Assim, podemos definir o Rendimento de um Gerador como a fração da potência total gerada que chega até o circuito alimentado. Isso pode ser expresso através da fórmula:

η = V /E

Onde:

η é o rendimento

V é a tensão na carga (volts)

E é a força eletromotriz do gerador. (volts)

​Equação do gerador, Resistência Interna e Rendimento de um Gerador
15:41

O cálculo com vetores exige um conhecimento maior da matemática, principalmente envolvendo a trigonometria.​

Não são apenas os resistores e outros componentes semelhantes entre si podem ser ligados em série e em paralelo. Quando formamos um circuito com diversos tipos de componentes, por exemplo, um gerador que forneça energia, um LED e um resistor, os quais utilizam essa energia, teremos a ligação desses elementos em combinações que podem ser em série e em paralelo.

Circuitos complexos (Leis de Kirchhoff) e Sentido convencional
14:36

Alguns componentes envelhecem, mesmo sem uso, perdendo suas características. Com os capacitores eletrolíticos isso pode ocorrer. Depois de certo tempo eles “perdem sua capacitância”.​ Existem outros tipos de capacitores em que isso ocorre e que estudaremos ao longo do curso.

Os capacitores (que também são chamados erroneamente de condensadores, pelos profissionais antigos) são componentes eletrônicos formados por conjuntos de placas de metal entre as quais existe um material isolante que define o seu tipo. Assim, se o material isolante for a mica teremos um capacitor de mica, se for uma espécie de plástico chamado poliéster, teremos um capacitor de poliéster. Se for a cerâmica, teremos um capacitor cerâmico e assim por diante. Existem muitos materiais que podem ser usados para fabricar capacitores.

Capacitores
16:55

Existem muitas formas de se especificar s características dos componentes eletrônicos. Muitas delas através de códigos. Todo praticante de eletrônica deve conhecer os códigos principais.​

Entendemos por características parâmetros como seus valores, sua tolerância, a tensão máxima de operação, etc.


Interpretando os códigos dos componentes - I
15:19

Os valores dos capacitores também seguem as séries usadas para os resistores, se bem que alguns fabricantes optem por valores inteiros como 5, 10, 50, 100, etc.​

Existem ainda outros componentes que estudaremos, que também seguem as séries usadas para especificar os resistores e os capacitores.


Interpretando os códigos dos componentes - II
15:38

Nunca use um capacitor num circuito que tenha tensão maior do que aquela para o qual ele especificado.​

​Da mesma forma que no caso dos resistores, podemos interligar os capacitores de várias maneiras para combinar os efeitos. Analisemos o que ocorre nos dois casos principais.

Capacitores em Paralelo​

Capacitores em Série

Associações de Capacitores
15:51

Aterramentos e blindagens são importantes nos circuitos. Evitam instabilidades, interferências, roncos, servem para proteção e segurança. ​

Quando ligamos um capacitor em série com um resistor temos uma das configurações básicas mais importantes da eletrônica: o circuito de tempo RC (onde R representa o resistor e C o capacitor). Se ligarmos esse circuito a um gerador (Ve), conforme mostra o vídeo e acionarmos o interruptor S1, o capacitor não se carrega de imediato, mas numa velocidade que depende de quanta corrente o resistor deixa passar, ou seja, que depende de seu valor.


Circuitos de Tempo RC, Aterramento e Blindagens
17:44

Nessa lição vamos nos aprofundar no conhecimento dos campos magnéticos e dos componentes que aproveitam os efeitos magnéticos da corrente elétrica. Estes componentes formam uma grande família de importância fundamental para a eletrônica, e que, por suas características exigem um cuidado especial dos profissionais que vão trabalhar com eles.

Magnetismo, Imãs e Ponto Curie
15:00

​Conforme já estudamos em lições anteriores, podemos também produzir campos magnéticos fazendo circular uma corrente por um fio ou por componentes enrolados em forma de bobinas, conforme o leitor poderá observar no vídeo.


Medida da Indutância

A indutância de uma bobina é medida numa unidade chamada henry (H). Nesse caso também é comum o uso de seus submúltiplos: o milihenry (mH) que vale a milésima parte do henry e o microhenry (uH) que equivale à milionésima parte do henry.

Indutores
16:56
Circuitos LR, Solenoides e Relés
14:08

Os motores elétricos convertem energia elétrica em energia mecânica (movimento).Os motores de corrente contínua (CC) ou motores DC (Direct Current), como também são chamados, são dispositivos que operam aproveitando as forças de atração e repulsão geradas por eletroímãs e imãs permanentes. Conforme sabemos, se fizermos passar correntes elétricas por duas bobinas próximas, conforme mostra as animações do vídeo, os campos magnéticos criados poderão fazer com que surjam forças de atração ou repulsão​.


Motores, Alto-falantes e Instrumentos indicadores
17:33

​Nos circuitos que estudamos até agora a corrente sempre fluía de forma constante do pólo positivo para o negativo de um gerador (corrente convencional). Esse tipo de corrente, denominada contínua não é, entretanto a única que existe. As correntes podem fluir de muitas maneiras nos circuitos elétricos e eletrônicos e quando isso acontece, os próprios componentes mudam de comportamento. Nessa lição vamos tratar de um tipo diferente de corrente, a corrente alternada, que tem especial importância no nosso dia a dia.


O que é corrente alternada

Uma corrente que flui sempre no mesmo sentido e com a mesma intensidade, como ocorre quando ligamos uma lâmpada a uma pilha, é chamada “corrente contínua”. Podemos abreviar essa designação por CC ou ainda, usando o termo americano “direct current” por DC. No vídeo temos o gráfico que indica a intensidade de uma corrente contínua e alternada ao longo do tempo.

Corrente Alternada e Reatância
16:42

Alternadores

Os alternadores são geradores que convertem energia mecânica em energia elétrica. No caso específico desses geradores, a energia se torna disponível na forma de uma corrente alternada. Encontramos os alternadores em diversas aplicações como, por exemplo, nas usinas hidroelétricas e nos automóveis. ​


Energia bifásica e trifásica

A energia que recebemos em nossa casa vem na forma de uma tensão alternada bifásica. Nessa modalidade existe um transformador (cujo princípio de funcionamento será estudado posteriormente) em que se dispõe de duas tensões. No vídeo mostramos o que explicamos.


Capacitores e Indutores em Corrente alternada

Conforme estudamos nas lições anteriores, quando ligamos capacitores e indutores num circuito de corrente contínua, por exemplo, através de um resistor, eles se comportam de uma maneira bem definida. Os capacitores se carregam até atingir uma carga máxima e os indutores têm sua corrente estabilizada depois de um certo tempo.

Alternadores, Bifásico e Trifásico, Capacitores e Indutores em CA
14:53

Transformadores

​Um dispositivo importante que opera baseado no comportamento dos indutores é o transformador. No vídeo temos alguns tipos de transformadores assim como seus símbolos.​

O transformador básico é constituído por duas bobinas enroladas num núcleo comum. O núcleo pode ser feito de diversos materiais como ferrite, ferro laminado, ou mesmo uma forma sem núcleo nenhum, caso em que diremos que se trata de um transformador com núcleo de ar.

Transformadores e tipos de Núcleos
15:16

Impedância

Quando tratamos de circuitos que usam somente resistência puras, ou seja, componentes que se comportam como resistores, podemos aplicar a Lei de Ohm, sem problemas, para calcular seu comportamento elétrico. No entanto, se tivermos um circuito de corrente alternada e em lugar de apenas resistores encontrarmos também indutores e capacitores, a Lei de Ohm, como a conhecemos já não vale. ​

Se tivermos somente capacitores ou somente indutores, podemos utilizar as fórmulas de reatância capacitiva e indutiva, conforme estudamos, mas tudo isso muda quando combinamos esses componentes, obtendo assim circuitos RLC. Se, por um lado os capacitores têm a corrente adiantando-se em relação à tensão e os indutores atrasando, enquanto os resistores as têm em fase, como combinar tudo isso para obter os efeitos finais no comportamento desse circuito? ​ Acompanhe o vídeo.

Ligação de transformadores e Impedância
15:08

Nesta aula fazemos uma revisão final ​de tudo que aprendemos neste módulo 2, para que após o encerramento, você possa realizar o teste para obter o certificado de conclusão.

Nos links deste módulo listamos artigos importantes para o reforço da aprendizagem.

Resumo
09:00

Agradecemos a sua participação e esperamos que tenha gostado de nossa forma de ensinar tecnologia.

Gostaríamos de lhe convidar para conhecer os nossos outros cursos aqui no Hotmart.

Fique à vontade para entrar em contato com a nossa equipe de educadores.

Aproveite agora e nos siga nas redes sociais e veja em nosso site uma vasta coleção de artigos e livros para aprimorar ainda mais os seus conhecimentos em tecnologia.

Lembrando que nós também temos um canal no youtube e nosso podcast.

Considerações Finais
03:12

Vamos verificar se você realmente aprendeu os conceitos apresentados neste módulo

Teste seus Conhecimentos
19 questions